Intercâmbio: como se preparar para estudar no exterior? Descubra AGORA!

Confira nossas dicas para estudar no exterior e comece já a planejar a sua viagem!

  • 22/10/2018
  • Por: BSL Idiomas

Muitas pessoas têm o sonho de estudar no exterior como um desejo distante e inalcançável. Você pode achar que é muito caro, que não vai aguentar de saudades da família. Ou que terá dificuldades para falar o idioma. Mas não precisa ser assim.

Saiba que no mundo de hoje as distâncias são bem mais curtas do que parecem. Passar um tempo fora do Brasil é sobretudo – além de uma experiência única que vai agregar muito para a sua vida pessoal e profissional – uma questão de planejamento.

Para facilitar essa tarefa, preparamos um guia com os principais passos que você deve seguir para tornar esse sonho uma realidade. Então confira nossas sugestões e comece já a se preparar para o seu intercâmbio!

 

 

 

Saiba por que estudar no exterior

Para onde ir? Que tipo de curso fazer? Que assunto estudar? Como conseguir me manter financeiramente? Em meio a tantas dúvidas, é natural que você se pergunte inclusive se estudar no exterior vale a pena. O que essa vivência trará para a sua vida pessoal e profissional?

Morar em outro país, seja para estudar ou trabalhar, é uma experiência muito pessoal. Porém é certo dizer que esse período marcará profundamente a sua vida.

Do lado pessoal, você estará sem o mesmo apoio que sempre teve da sua família e amigos de longa data. Isso o obrigará a fazer suas escolhas sozinho e aprender a se virar nas mais diversas situações. Isso inclui desde pedir um sanduíche na lanchonete até apresentar um trabalho em sala de aula em outra língua. Essa experiência com certeza o ajudará a ter mais independência e autoconfiança, perder alguns preconceitos e entender o que realmente importa para você.

Já no âmbito profissional, é sabido que estudar no exterior e dominar bem uma segunda língua (principalmente o inglês) são fatores muito valorizados pelos recrutadores e gestores de empresas, sobretudo das multinacionais. Assim, se tiver passado por isso, você já estará um passo à frente dos seus concorrentes. Isso, claro, além de o curso em si e a fluência no idioma darem um diferencial ao seu currículo.

Se o seu objetivo é seguir a área acadêmica, estudar no exterior permite que você amplie sua rede de relacionamentos. Isso tanto com professores quanto com outros alunos da área. Tudo isso pode facilitar seu ingresso posterior em uma pós-graduação, por exemplo. Além disso, a fluência no inglês é exigida para a admissão no mestrado ou doutorado das instituições brasileiras também. Então, você terá uma vantagem até se quiser ingressar na academia por aqui depois.

 

Defina o seu objetivo

O que você quer fazer lá fora? Cursar um semestre da faculdade, estudar línguas ou engatar uma pós-graduação? Todas essas opções – e muitas outras – são válidas e podem ser muito enriquecedoras. Mas é importante que, antes de mais nada, você defina qual o seu objetivo. É a partir dele que você vai conseguir planejar a viagem e tirar o melhor proveito dessa experiência.

 

 

Nesse momento é importante fazer uma autoanálise. Entenda o que é importante para o seu momento de vida e o que você pretende com essa experiência de estudar no exterior.

 

Decida para onde ir

Depois de saber qual é o seu foco, fica mais fácil decidir o destino. Pesquise bastante para descobrir quais são os melhores países para estudar o que você pretende e avalie se você gostaria de morar lá. Você precisa ou gostaria de ter fluência na língua falada nesse lugar? O clima e a cultura do local atraem você?

Não por acaso, os países mais procurados pelos brasileiros para estudar no exterior são os de língua inglesa, como Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Austrália. Mas se você estuda gastronomia, por exemplo, talvez seu sonho seja fazer um curso na França.

Lembre-se também de que você deve ficar seis meses, um ano ou até mais no país, então essa decisão precisa também considerar os seus gostos pessoais. Se você curte um friozinho e sonha em ver neve, por exemplo, pode procurar mais informações sobre estudar no Canadá. Mas se o seu negócio é calor, talvez seja aconselhável buscar lugares com clima mais ameno.

 

Invista na fluência do idioma

Mesmo que você já fale a língua do país que escolheu, é importante mergulhar nos estudos antes de entrar no avião. Dependendo de como anda o seu conhecimento no idioma, pode ser que você precise fazer um curso a partir do nível iniciante ou que possa ir direto para aulas de conversação. O importante é se manter ativo e tentar evoluir o máximo que puder.

Principalmente se for fazer um curso universitário lá fora, chegar no país já fluente no idioma é fundamental, pois ao estudar no exterior você já quer começar as aulas se concentrando no conteúdo, em vez de perder tempo tentando entender o que os professores e colegas estão falando. Além disso, as universidades em geral pedem teste de fluência no processo de admissão.

 

Escolha a instituição

Agora que você já sabe para qual parte do mundo quer ir, está na hora de escolher a universidade onde vai estudar. Pode ser que essa decisão tenha vindo junto com o país de destino, principalmente se a sua ideia é fazer uma pós-graduação.

Nesses casos, o estudante costuma procurar as universidades mais conceituadas na sua área, independentemente de onde elas estão localizadas. Para quem vai fazer um intercâmbio na graduação, também é importante verificar se a sua universidade no Brasil tem algum convênio com instituições internacionais.

 

 

Os processos seletivos para ingressos em universidades estrangeiras podem ser longos e trabalhosos, passando pela análise de currículo, preenchimento de formulários, entrevistas e outras etapas. Por isso o ideal é focar em poucas instituições, nas quais você realmente gostaria de estudar.

Caso o aspecto financeiro seja um ponto preocupante para você, pesquise também por universidades que oferecem bolsas de estudos e como é o processo para conseguir a sua – o que nos leva ao próximo tópico.

 

Planeje suas finanças

O bolso é o ponto fraco em todo o seu plano de estudar no exterior? Saiba que você não está sozinho. Sobretudo em tempos de crise econômica, a questão financeira é a maior preocupação na hora de planejar um investimento desses. Felizmente, há diversas universidades, fundações e agências governamentais que oferecem bolsas de estudo internacionais. Isso facilita a vida de quem se propõe a estudar no exterior.

Portanto pesquise sobre essas oportunidades no país para onde pretende ir e na sua área de interesse e leia os editais com atenção. Para solicitar uma bolsa, você vai precisar separar e traduzir documentos, preencher formulários e preparar outros materiais a pedido da instituição. Mas é um esforço que vai valer a pena quando você conseguir embarcar na sua jornada. E não se esqueça: é um investimento que você está fazendo na sua carreira e no seu futuro.

As bolsas podem ser integrais ou parciais e cobrir somente os estudos ou também parte do seu custo de vida no exterior. Seja qual for a sua ou, principalmente, se você vai viajar sem nenhum auxílio, é fundamental fazer um pé de meia pessoal. O ideal é começar o quanto antes, para garantir que você não vai passar aperto.

Alguns aplicativos e softwares de gerenciamento financeiro permitem fazer esse controle de forma mais regrada. Para saber quanto guardar por mês, calcule quanto tempo tem até a viagem. Faça uma estimativa dos seus gastos com moradia, alimentação, transporte etc. e leve em consideração o tempo que ficará fora do país.

Não esqueça de considerar a taxa de câmbio. Tenha também em mente que você pode ter alguns gastos iniciais, como roupas de inverno se for para um lugar mais frio, livros de estudo, entre outros.

 

Providencie a documentação para estudar no exterior

Além da papelada necessária para ser admitido em uma universidade e solicitar uma bolsa, tenha certeza de que você está com todos os seus documentos em dia e providencie o que for necessário:

– Passaporte: deve estar válido por todo o período em que você for ficar fora. E também precisar ter o visto de estudante para o país de destino. Informe-se junto ao consulado do país no Brasil sobre os procedimentos para tirar seu visto.

– Seguros de viagem e de saúde: devem ser feitos antes de você embarcar. Há diversas opções que podem ser contratadas pela internet.

– Acomodação: algumas instituições de ensino oferecem auxílio neste ponto ou até mesmo alojamento no próprio Campus. Isso pode ser inclusive uma vantagem financeira, já que você não terá que gastar com transporte para ir às aulas. Verifique se esse é o seu caso e, se não for, pesquise suas opções.

– Passagem aérea: depois de ter o destino e período do curso definidos, fique de olho nos sites das companhias aéreas. Os preços variam muito e você pode aproveitar alguma promoção para comprar um voo mais em conta.

 

Faça as malas!

Depois de seguir todo esse plano, basta fazer as malas e se preparar para o grande dia!

Como você pode ver, estudar no exterior não precisa ser um bicho de sete cabeças. Basta traçar um plano, definir seus objetivos com antecedência, pesquisar muito e se preparar para concretizar seu sonho.

Para você que pretende fazer um intercâmbio, nós temos um manual com mais dicas para que nada dê errado na sua viagem. Baixe grátis AQUI!

 

Posts Relacionados

Aprender Inglês
  • Por: BSL Idiomas
  • 19/07/2019
Descubra como aprender Inglês de forma rápida e fácil!

Será que você consegue praticar inglês sozinho? Confira aqui algumas dicas para aprender Inglês de modo rápido e fácil e fique fluente no idioma!

Aprender Inglês
  • Por: BSL Idiomas
  • 12/07/2019
Descubra as 7 melhores séries do Netflix para praticar Inglês!

Confira quais são as melhores produções para se divertir e afiar sua prática no idioma, além de algumas dicas de estudo na hora de assistir!

Carreira e Profissão
  • Por: BSL Idiomas
  • 09/07/2019
7 habilidades que te farão crescer na profissão em 2019

Para crescer na profissão é preciso mais que competência técnica. Confira quais habilidades comportamentais e emocionais podem alavancar sua carreira em 2019!

Carreira e Profissão
  • Por: BSL Idiomas
  • 01/07/2019
O check-list para a primeira viagem internacional a trabalho

Veja um check-list completo com todas os detalhes que não podem faltar na sua primeira viagem internacional de trabalho. Confira!

Carreira e Profissão
  • Por: BSL Idiomas
  • 21/06/2019
Conheça 7 práticas sustentáveis para implementar na sua empresa!

Conheça algumas práticas sustentáveis inspiradoras de empresas estrangeiras que podem ser adaptadas para a sua realidade!

Intercâmbios e Viagens
  • Por: BSL Idiomas
  • 14/06/2019
Holanda: um dos melhores países para idosos!

Leia o nosso artigo e entenda porque a Holanda é um dos melhores países para idosos.