Apóstrofo: tudo que você precisa saber

No inglês, o Apóstrofo é um sinal muito utilizado. Seu objetivo é para omitir certas letras de uma palavra ou indicar a posse. Veja mais!

  • 14/07/2021
  • Por: MD2B Agência

No idioma inglês, existe um sinal para omitir certas letras de uma palavra ou indicar posse. Seu nome é APÓSTROFO. Porém, existem momentos em que ele é realmente necessário.

Assim, para te ajudar a entender melhor o que é e como utilizar, trouxemos esse assunto no artigo de hoje.

Sem dúvida, iremos te ajudar!

Imagem que faz propaganda sobre o curso de inglês. Clicando nela, você vai direto para a página de matrícula

 

O que é um apóstrofo?

O Apóstrofo é um sinal de pontuação que tem o objetivo de diminuir o tamanho de certas palavras. Aliás, é muito utilizado em frases impessoais. Dessa maneira, a palavra diminui e algumas letras serão omitidas.

Ele se parece com uma vírgula ou uma aspa, entretanto é colocado do lado de cima da palavra, logo depois da última letra.

Semelhantemente, o apóstrofo também é utilizado na língua portuguesa. Com ele, há uma supressão das letras. Dessa maneira, a letra é eliminada e a palavra é modificada.

Porém, no inglês, além de ter o objetivo de diminuir a palavra (contração), também tem o objetivo de indicar a posse de algo. Mesmo que isso pareça difícil, é bem simples de entender.

Assim sendo, veremos alguns exemplos.

 

O apóstrofo em contração

A maneira mais comum de se utilizar esse sinal é voltado à formação de contrações. Dessa forma, combina-se um substantivo ou pronome com um verbo.

De fato, como no português, o apóstrofo substitui alguma letra. Assim, ela desaparece na contração.

Por exemplo:

Tipo

Sem contração

Contração

“Not”

is not, has not, had not, did not, would not, can not

isn’t, hasn’t, hadn’t, didn’t, wouldn’t, can’t

“Is”

she is, there is, he is, it is, Mary is, Jim is, Germany is, who is

she’s, there’s, he’s, it’s, Mary’s, Jim’s, Germany’s, who’s

“Am”

I am

I’m

“Will”

I will, you will, she will, we will, they will

I’ll, you’ll, she’ll, we’ll, they’ll

“Would”

I would, you would, he would, we would, they would

I’d, you’d, he’d, we’d, they’d

“Have”

I have, you have, we have, they have

I’ve, you’ve, we’ve, they’ve

“Are”

you are, they are, we are

you’re, they’re, we’re

 

Mas atenção: é muito comum confundir algumas palavras. Aliás, até mesmo falantes nativos fazem essa confusão:

  • “Its” é diferente de “it’s”.
  • “You’re” é diferente de “your”.
  • “Who’s” com “whose”
  • “They’re” com “their” e “there”.

 

Em conclusão, alguns exemplos de contração aplicados em frases são:

  • It is a nice day outside – It’s a nice day outside. / Está um bom dia lá fora.
  • You are not supposed to be here – You’re not supposed to be here. / Você não deveria estar aqui.
  • I am not from here. – I’m not from here. / Eu não sou daqui.
  • Who is at the door? – Who’s at the door? / Quem está na porta?
  • They are not here yet – They’re not here yet. / Eles ainda não estão aqui.

 

Sendo assim, com os exemplos é possível compreender melhor a explicação, certo?

 

O apóstrofo possessivo

Por outro lado, quando o apóstrofo é utilizado para demonstrar posse, ele é utilizado incluindo o S. Por exemplo:

  • A doctor’s patient / Um paciente do médico
  • Mirianna’s book / Livro da Mirianna
  • My dog’s house is pretty. – A casinha do meu cachorro está linda.

 

Porém, quando há um substantivo que termina em “s”, tanto no singular quanto no plural, ele apenas recebe um apóstrofo no final. Por exemplo:

  • The ladies’ tennis club / O clube de tênis feminino

 

Entretanto, há mais uma regra. Quando substantivos próprios (nomes de pessoas, cidades e países) terminam em “s”, estes podem incluir apóstrofo + “s” ou simplesmente o apóstrofo. Por exemplo:

  • The Charles’ home OU Charles’s home. / A casa do Charles

 

Por isso, muitas vezes as palavras têm esse sinal.

 

Os detalhes do inglês

Assim como no português, o inglês tem diversos detalhes. Ou seja, são phrasal verbs, são letras maiúsculas, são gírias… Mas, seja como for, quando estudamos, percebemos que tudo isso é simples de aprender se o método for bom.

É por isso que a BSL Idiomas é uma escola perfeita! Uma vez que ela te ensina inglês da mesma maneira que você aprendeu português.

Além disso, aqui, você aprende a fazer, fazendo. Já que a prática é sempre muito bem utilizada.

Aliás, trabalhamos sempre com 4 outros parâmetros, para que os alunos aprendam:

  • Disciplina
  • Envolvimento
  • Engajamento
  • Prática

Então, para conseguir aprender com qualidade, é só se matricular na BSL. A gente espera você.

Posts Relacionados

Intercâmbios e Viagens
  • Por: MD2B Agência
  • 28/07/2021
É possível ser fluente sem morar no exterior?

A fluência é possível ser alcançada mesmo morando no Brasil. A dica é estudar bastante e ter foco. Vamos entender mais sobre o assunto.

Aprender Inglês
  • Por: MD2B Agência
  • 21/07/2021
Verbo to get: 10 significados

Em inglês, uma palavra só pode ter vários significados. É o caso do verbo to get. Vamos ver quais são eles e entender como usar.

Aprender Inglês
  • Por: MD2B Agência
  • 14/07/2021
Apóstrofo: tudo que você precisa saber

No inglês, o Apóstrofo é um sinal muito utilizado. Seu objetivo é para omitir certas letras de uma palavra ou indicar a posse. Veja mais!

Aprender Inglês
  • Por: MD2B Agência
  • 08/07/2021
IN x ON x AT: quais são as suas diferenças ?

Aprender gramática em inglês pode ser a parte mais complicada para quem está começando. IN x ON x AT é a prova disso. Vamos lá?

Aprender Inglês
  • Por: MD2B Agência
  • 07/07/2021
Letra maiúscula em inglês: quais palavras possuem?

Além de nomes, algumas palavras possuem letra maiúscula em inglês. Você sabe quais são elas? O artigo de hoje vai falar sobre isso.

Aprender Inglês
  • Por: MD2B Agência
  • 16/06/2021
Gírias em inglês usadas no dia a dia

As gírias em inglês, assim como em português, são muito comuns e muito usadas no dia a dia. Querem conhecer algumas?